Ambiente

Lixo descartado em via pública preocupa moradores do Jardim Tijuca

Moradores contam que desde o começo do ano a limpeza não é feita

Moradores do Bairro Jardim Tijuca reclamam da grande quantidade de lixo que está sendo descartada na Rua Saint Romain, em Campo Grande. Conforme reclamações, desde o começo do ano pessoas de outros bairros depositam o lixo na rua e não há limpeza e nem fiscalização da prefeitura no local.

Morador que preferiu não ser identificado, informou à reportagem que na rua há um loteamento particular aberto e, com isso, pessoas de bairros vizinhos aproveitam da situação e descartam lixos domésticos todos os dias.

Com o passar dos meses, a quantidade de lixo aumentou, tomando até as calçadas, dificultando a passagem de pedestres e veículos. Vários pneus, pedaços de madeira, partes de guarda-roupas e lixos domésticos foram jogados na rua.

De acordo com o morador, com a mescla de sol e chuva nos últimos dias, a possibilidade de foco do mosquito Aedes aegypti é muito grande, além de outras doenças.

“Muitas crianças e idosos moram aqui perto, então com esse lixo, pode passar várias doenças e alguma coisa tem que ser feita logo”, afirma.

Conforme o morador, no começo do ano a prefeitura fez limpeza na rua, mas logo depois o lixo voltou a ser jogado. Para ele, uma fiscalização mais firme deve ser feita para que os moradores não sofram com as consequências.

Relatos de outro morador, que também não quis ser identificado, dão conta de que muitos moradores de rua e usuários de droga ficam escondidos em meio ao lixo, causando insegurança para quem passa pelo local.

“Quando preciso passar por essa rua de carro, eu tenho que ligar o farol alto e aumentar a velocidade para não ser assaltado”, diz.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura, que informou por meio de assessoria que a fiscalização é realizada por toda a cidade e é preciso conscientização em relação ao descarte de resíduos, uma vez que a cidade dispõe de locais devidamente apropriados para a recepção dos resíduos.

Ainda conforme a prefeitura, o cidadão que for flagrado pela polícia ou pela Guarda Civil Municipal realizando o descarte irregular de resíduos responderá por crime ambiental e, caso flagrado por agente fiscal de meio ambiente da Semadur será autuado por poluição ambiental.

Essa matéria foi sugerida por ouvinte do programa Bom Dia Mega, da Rádio Mega 94 FM.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*