Transporte coletivo

Passageiros reclamam de goteira em ônibus durante chuva na Capital

Mulher chegou a usar guarda-chuva para se proteger

Usuários do transporte público de Campo Grande estão indignados com o estado em que os ônibus circulam pela cidade. A mais nova reclamação é que, com as chuvas, várias goteiras aparecem dentro dos ônibus, molhando os passageiros. Na semana passada, no terminal Morenão, durante chuva, usuários do transporte coletivo registraram vazamento no telhado e pessoas tiveram que mudar de assento para não se molharem.

De acordo com a funcionária pública, Mari Ferreira, de 39 anos, por volta das 16h30 de ontem começou a chover e, no ônibus que faz o itinerário Ramez Tebet, surgiu uma goteira, molhando os passageiros. Até então, ninguém sentou próximo a goteira, mas conforme o ônibus recolhia os passageiros, as pessoas não conseguiam sentar nos bancos que estavam encharcados.

Ainda segundo a funcionária pública, uma senhora que precisou sentar no banco, abriu o guarda-chuva para se proteger da água que estava caindo sobre sua cabeça. “A senhora abriu o guarda-chuva e todos do ônibus começaram a rir. Mas a gente tem que rir né, fazer o que? Chorar é que não dá”, disse.

Para Mari, o valor da passagem é alto, mas o serviço que a empresa disponibiza não é o mesmo. “É difícil, a gente tenta reclamar e não tem nenhuma posição. A gente depende de ônibus, nós usamos o transporte para nos proteger da chuva, mas acaba tudo molhado do mesmo jeito. É um absurdo”, reclamou.

Ao Portal Correio do Estado, a passageira disse que há outros ônibus que estão nessa situação e a empresa não faz nada a respeito.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do consórcio responsável pelo transporte público de Campo Grande, mas até o fechamento desta matéria, não houve retorno.

Essa matéria foi sugerida por ouvinte do programa Bom Dia Mega, da Rádio Mega 94 FM.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*